Pesquisar

pt br  en us

 

capes horizontal   

Cnpq

        

periodicos2

 

logo faperj cor

 

Boletim nº 43 - 24 de fevereiro de 2021

 

Erasmus

 

Estão abertas as inscrições para bolsas de estudos no segundo  semestre de 2021, na Università degli Studi di Roma “La Sapienza”, financiadas pelo projeto europeu Erasmus+ de mobilidade acadêmica. As inscrições, que vão até o dia 28/02, são franqueadas a todos os estudantes da UFRJ regularmente matriculados em cursos de pós-graduação em nível de  doutorado, além de membros do corpo docente da UFRJ. A seleção se dará autonomamente pela Universidade de Sapienza, cabendo à UFRJ nomeação formal de pré-candidatos. Para mais informações sobre o edital e as inscrições, acesse aqui.

Boletim nº 43 - 24 de fevereiro de 2021

 

AGB

 

Entre os dias 02 e 11 de março, acontecerá o Seminário “Recordar para não (re)viver: Lutas urbanas no contexto da ofensiva neoliberal”, promovido pelo Grupo de Trabalho de Urbana, da Associação de Geógrafos Brasileiros (AGB-RIO). A transmissão  será pelo canal da AGB RIO, no YouTube, e a programação inclui temas que vão dos  processos de expropriação na Cidade do Rio de Janeiro até movimentos sociais e luta por resistência. Contará com diversos convidados, desde vereadores a sindicalistas, além da presença dos professores Carlos Vainer e Orlando Alves Jr. (IPPUR/UFRJ). Para mais informações, acesse aqui.

Boletim nº 43 - 24 de fevereiro de 2021

 

Congresso UFBA

 

Entre os dias 22 e 26 de fevereiro, acontecerá o Congresso Virtual da UFBA. O evento será transmitido no canal do YouTube da TV UFBA e em sua página no Facebook. Serão emitidos certificados para os participantes inscritos, apesar do evento ser aberto e gratuito ao público. No dia 25/02, será apresentada a mesa: “Descolonizar o pensamento”, promovida pela Universidade da Cidadania Resiste e pelo Laboratório Estado, Trabalho, Território e Natureza (ETTERN/IPPUR/UFRJ), contando com a moderação de Carlos Vainer (IPPUR/UFRJ). Para maiores informações sobre o evento, acesse o site.

Boletim nº 43 - 24 de fevereiro de 2021

 

ANPOCS

 

No último dia 17/02, ocorreu a live “Pandemia e ‘novas narrativas’ para os negócios: da modernização ecológica à modernização socioecológica do capitalismo”, através do Youtube, durante o 44º Encontro Anual da ANPOCS. A discussão teve como foco a relação entre autoritarismo e neoextrativismo no Brasil e como a dicotomia entre modernidade ambiental em países centrais e as explorações territoriais em países exportadores de commodities impacta na democracia. A mesa contou, ainda, com a presença de diversos professores doutores formados no IPPUR/UFRJ, dentre eles o professor da pós-graduação, Henri Acselrad (IPPUR/UFRJ) e está disponível aqui para visualização.

Boletim nº 43 - 24 de fevereiro de 2021

 

Mulheres na Fiocruz

 

 

Por Yêda Assunção1

 

Em  2015, a Organização das Nações Unidas (ONU)  instituiu o “Dia Internacional de Mulheres e Meninas na Ciência” a fim de homenagear as pesquisadoras e cientistas que têm contribuído, através de seus artigos e pesquisas científicas e tecnológicas, para o desenvolvimento da ciência. Em 2019, a Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) incorporou a comemoração em seu calendário e, no dia 11 de fevereiro de 2021, realizou o lançamento do documentário2 que celebra  a história das pioneiras, as primeiras mulheres cientistas da Fiocruz. 

 

Trata-se do início da trajetória da primeira geração de mulheres no meio científico e  a divulgação do trabalho notável desenvolvido pelas pesquisadoras. Após a Segunda Guerra Mundial, apesar das restrições, um número significativo de mulheres de classe média ingressou no espaço institucional. Esse processo marcou a década de 1950 acompanhado pelas  importantes mudanças socioculturais nas grandes cidades brasileiras, na busca por superar os desafios daquela sociedade. Elas lutaram por seu posicionamento e formaram a primeira geração de brasileiras a terem acesso ao ensino secundário e universitário; engajaram-se nas mais diversas profissões, inclusive como cientistas pioneiras, a exemplo de Dyrce Lacombe, Anna Kohn, Luiza krau, Otillia Mitidieri, Monika Barth, Delir Corrêa Gomes, que foram estimuladas e apoiadas pelos professores  Lauro Travassos e João Teixeira de Freitas, grandes captadores e incentivadores de jovens talentos, que vislumbraram  potencializar os conhecimentos das jovens através das primeiras pesquisas em laboratório e artigos.  

 

Desse movimento, destacam-se os estudos da poluição da Baía de Guanabara, realizados por Luiza Krau, os trabalhos publicados na Academia Brasileira de Ciência e na Revista de Biologia, e a estreia de um programa  de televisão, em 1960, o “Ciência no ar”, como inovações da década. 

 

Em 1950, o Instituto Oswaldo Cruz completou 50 anos, ampliando as oportunidades para o ingresso de mulheres jovens e formadas em cursos de medicina, química, farmácia e história natural. Muitas iniciaram no Instituto como estagiárias, tinham acesso ao laboratório do Museu Nacional e promoveram a conexão e integração entre as pesquisas realizadas pelas instituições de ponta. 

 

Atualmente, a Fiocruz é composta, em sua maioria, por mulheres que ocupam cargos de gestão, incluindo a Presidência, com a socióloga Nísia Trindade Lima, e a coordenadora do estudo com a vacina BCG para prevenção da Covid-19, Margareth Dalcolmo.

 

A partir da história das servidoras e pesquisadoras da Fiocruz, importante instituição pública de pesquisa em prol do bem-estar e da cidadania no Brasil, reiteramos nossa admiração e respeito à atuação das mulheres na ciência. 

 

Referências:

 

KORN, Anna; GOMES, Delir Correa; LACOMBE, Dyrce; KRAU, Luiza; BARTH, Monika; MITIDIERI, Ottilia. "Mulheres na Fiocruz: Pioneiras". Casa de Oswaldo Cruz. Disponível em: https://youtu.be/uPOD80pIZB0. Acesso em fev. 2021.

 

CASTEL, Robert. As metamorfoses da questão social:. Uma crônica do salário.  Petrópolis: Vozes, 1988.  Capítulo VII.

 

1Graduanda em Gestão Pública para o Desenvolvimento Econômico e Social (IPPUR/UFRJ).

2Para ter acesso ao documentário, clique aqui

UFRJ IPPUR - UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ