Pesquisar

pt br  en us

 

capes horizontal   

Cnpq

        

periodicos2

 

logo faperj cor

 

O dia 12 de dezembro de 2019 marcou o surgimento de um novo coronavírus, causador de uma epidemia de síndrome respiratória aguda nos seres humanos – doença denominada COVID-19 (do inglês Coronavirus Disease 2019). Desde então, tal vírus, em clara demonstração de desrespeito às fronteiras físicas dos países, vem desafiando e expondo as fragilidades dos sistemas de saúde em escala global, contaminando cerca de 400 mil pessoas e resultando, até o momento, em mais de 16 mil mortes em 195 países do mundo todo.

 

A atual pandemia de COVID-19 impõe vários desafios à administração pública. De modo quase imediato, o novo coronavírus expõe a musculatura ou o esqueleto dos sistemas de saúde e vigilância sanitária – públicos ou privados – em diversos países do mundo. Entretanto, os desafios não se resumem ao setor saúde. Gradualmente, as consequências dessa pandemia são sentidas em áreas como educação, segurança pública e logística, refletindo-se na expectativa de depressão na economia em um futuro próximo.

 

Especificamente no Brasil, uma pandemia desafia sobremaneira a população mais vulnerável, já castigada pela consistente queda de renda nos últimos anos. O vírus em questão, que contaminou inicialmente as classes média e alta do país, ameaça de modo mais violento os pobres. Os bolsões de pobreza que caracterizam, igualmente, grandes aglomerações urbanas e regiões remotas impõem a busca de soluções inovadoras e urgentes. De imediato, a maior parte da população brasileira apresenta dificuldade para responder à campanha de lavagem das mãos para prevenir a contaminação e transmissão do novo coronavírus, pois carece de produtos de higiene pessoal, como sabonete e álcool gel.

 

Nossa conta de saúde, educação, segurança e cidadania ainda não chegou... Estratégias como home working ou distance schooling não são facilmente traduzidas nesses contextos e demandam soluções rápidas e coordenadas de atores públicos, privados e sem fins lucrativos.

 

Por outro lado, a COVID-19 proporcionou tempo, ainda que escasso, para a aprendizagem voltada a políticas de enfrentamento da pandemia e suas consequências. Atores públicos, privados e sem fins lucrativos se encontram envolvidos na elaboração e implementação de iniciativas que demandam, mais do que nunca, a colaboração da academia.

 

Esta chamada especial de artigos tem por objetivo reunir artigos curtos (até 4 mil palavras) que respondam, de modo cirúrgico, a desafios concretos impostos pela pandemia à administração pública.

 

A tempestividade desta chamada não corresponde ao tempo que a pesquisa acadêmica demanda. Reconhecendo tal limitação, abrimos espaço para a publicação de artigos e comentários com propósitos de atualização e revisão. Acreditamos na capacidade dos pesquisadores apresentarem diagnósticos, análises e estratégias inovadoras, de alcance nacional, regional ou local, mantendo aberta a janela da evolução científica.

 

o Governança colaborativa e seu papel no combate à pandemia;

o O papel de empresas estatais, bancos de desenvolvimento e agências de promoção do desenvolvimento nesse cenário de emergência;

o O impacto de medidas provisórias e outras estratégias de governo para enfrentar situações que requerem ações imediatas;

o Boas práticas no combate à pandemia e seus meios de implementação;

o O papel da liderança política e da expertise técnica e científica no combate à pandemia;

o Coordenação intergovernamental;

o Implicações da pandemia para as políticas educacionais, de segurança pública e de logística, entre outras;

o Vulnerabilidade social e efeitos e estratégias de enfrentamento da pandemia;

o Os efeitos de diferentes abordagens, como teste em massa e isolamento social versus distanciamento social em massa;

o Abordagens comportamentais e enfrentamento da pandemia.

 

O prazo para a submissão dos trabalhos é até o dia 1º de maio de 2020. Entretanto, todos os artigos serão avaliados em fast track e serão disponibilizados em Early View na medida em que forem submetidos e aprovados pelo comitê editorial interno. Para informações adicionais, entre em contato via e-mail com Alketa Peci (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.).

UFRJ IPPUR - UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ