Pesquisar

pt br  en us

 

capes horizontal   

Cnpq

        

periodicos2

 

logo faperj cor

 

O Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR), em parceria com o Centro Acadêmico de Gestão Pública (CAGESP), convida para o Debate dos Candidatos à Reitoria da UFRJ 2019.
O evento será realizado dia 01/04/2019, às 13h30, no Auditório C1, da Faculdade de Letras, Cidade Universitária, e se insere na programação do Seminário de Gestão Pública, organizado pelo CAGESP.
Contamos com a presença de todos!

 

Candidatos reitoria

Moção de repúdio contra a injusta condenação do ex-reitor da UFRJ e em defesa da Autonomia Universitária
 

Em 28 de fevereiro deste ano o ex-reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), professor Carlos Antônio Levi da Conceição foi inaceitavelmente condenado à absurda pena de quatro anos e oito meses de prisão, em sentença que condenou também injustamente quatro outros professores da UFRJ. Na sentença uma juíza de primeira instância considerou ilegal que o ex-reitor tenha autorizado o ressarcimento das despesas operacionais e administrativas da Fundação José Bonifácio (FUJB) em 5% dos cerca de 40 milhões de reais recebidos do Banco do Brasil pela UFRJ entre 2007 e 2010.

Nós, professores, alunos e técnicos do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR), consideramos esta condenação inaceitável porque criminaliza um ato ordinário da administração universitária completamente legítimo, ético e legal, em completo desrespeito ao princípio da autonomia universitária. Tanto o contrato entre o Banco do Brasil e a UFRJ que deu origem aos recursos acima mencionados, como a sua aplicação com interveniência da Fundação José Bonifácio (FUJB) em projetos para o benefício da comunidade da UFRJ, foram decididos pelo Conselho Universitário, por conselhos de centro e de unidades. Graças à gestão financeira, administrativa e operacional responsável e eficiente pela FUJB, os recursos recebidos do Banco do Brasil foram aplicados em 988 eventos acadêmicos e 339 obras, inclusive o nosso Restaurante Universitário Central.

Fundações de apoio foram criadas justamente porque as instituições de ensino e pesquisa públicas tem barreiras institucionais e operacionais para gerir seus recursos extra-orçamentários com a agilidade, eficiência e transparência compatíveis com as demandas de uma comunidade científica produtiva e dinâmica. Parece-nos mais do que evidente que as atividades fundamentais de apoio pela FUJB aos projetos da UFRJ tenham produzido custos àquela fundação que não poderiam deixar de ser ressarcidos. Assim, entendemos que tenha sido absolutamente justo e razoável o pagamento de taxa de administração à fundação de apoio em contrapartida aos importantes serviços prestados pela fundação no sentido de apoiar administrativa e operacionalmente cada um dos mais de mil projetos desenvolvidos em nome da UFRJ.

 

Conselho deliberativo do IPPUR.

UFRJ IPPUR - UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ